Jornal Brasileiro de Doenças Sexualmente Transmissíveis (JBDST)

Brazilian Journal of Sexually Transmitted Disease (BJSTD)

 

Declaração de Ética e Mau Uso da Publicação

 

A publicação de um artigo em uma revista que conta com revisão por pares é essencial para nossa publicação, “Jornal Brasileiro de Doenças Sexualmente Transmissíveis (JBDST)”.

É importante que alguns padrões de comportamento ético sejam aceitos por todas as partes envolvidas no ato da publicação: autor, editor, revisor e editora.

Nossas declarações sobre ética estão baseadas no COPE’s Best Practice Guidelines para Editores de Publicações.

 

Princípios éticos para publicações

 

A publicação de um artigo em revistas com revisão por pares é parte importante do desenvolvimento de uma rede de conhecimentos coerente e respeitada. É uma reflexão direta da qualidade do trabalho dos autores e instituições que os apoiam. Artigos com revisão por pares apoiam e sustentam o método científico. Portanto, é importante que alguns padrões de comportamento ético sejam seguidos por todos os envolvidos no ato da publicação: autor, editor, revisor, editora e sociedade.

 

Deveres e responsabilidades gerais dos Editores

Os editores são responsáveis por decidir quais artigos submetidos ao jornal devem ser publicados.

Os editores se baseiam nas políticas do conselho editorial do jornal e estão limitados pelos requerimentos vigentes referentes à difamação, infração de direitos autorais e plágio. Os editores podem consultar outros editores ou revisores para tomar esta decisão.

Os editores se esforçam para atender às necessidades dos leitores e dos autores; constantemente melhorar a publicação; garantir a qualidade do material publicado; primar pela liberdade de expressão; manter a integridade do registro acadêmico; evitar que necessidades do negócio comprometam padrões intelectuais. Eles sempre estão à disposição para publicar correções, esclarecimentos, retratações e desculpas, quando necessário.

 

 

Relação com autores

Os editores tomam todas as precauções para garantir a qualidade do material publicado, reconhecendo que as publicações e suas seções têm objetivos e padrões diferentes.

A decisão dos editores de aceitar ou rejeitar um estudo para publicação se baseiam somente na importância, originalidade e clareza do artigo, assim como na relevância do estudo para a publicação.

 

 

Fair play

Um editor deve avaliar os manuscritos considerando seu conteúdo intelectual, sem relação com raça, gênero, orientação sexual, crença religiosa, origem étnica, cidadania ou filosofia política dos autores.

 

 

Confidencialidade

O editor e membros da equipe editorial não podem divulgar nenhuma informação sobre um manuscrito submetido para ninguém que não seja o autor correspondente, revisores, potenciais revisores e outros conselheiros editoriais, assim como a editora, quando apropriado.

 

Divulgação e conflitos de interesse

Materiais não-publicados divulgados em um manuscrito submetido não podem ser utilizados para fins de pesquisa do editor sem o consentimento do autor por escrito.

 

 

Deveres dos Revisores

 

Contribuição para Decisões Editoriais

A revisão por pares ajuda o editor a tomar decisões editoriais, e as comunicações com o autor também podem auxiliar o mesmo a melhorar o artigo.

 

Pontualidade

Qualquer revisor selecionado que não se sinta qualificado para revisar o estudo ou que saiba que será impossível revisá-lo no prazo estipulado deve notificar o editor e se afastar do processo de revisão.

 

Padrões de Objetividade

As revisões devem ser objetivas. Críticas pessoais ao autor são inapropriadas. Os revisores devem expressar seus pontos de vista com clareza baseados em argumentos.

 

Reconhecimento de Fontes

Os revisores devem identificar trabalhos publicados relevantes que não tenham sido citados pelos autores. Qualquer declaração envolvendo observações, derivações ou argumentos que já tenham sido relatados deve ser acompanhada da citação relevante. Um revisor também deve chamar a atenção do editor para qualquer semelhança ou repetição entre o manuscrito considerado e qualquer outro artigo publicado do qual tenham conhecimento.

 

 

Publicação e Conflito de Interesse

Informação privilegiada ou ideias obtidas por meio da revisão por pares devem ser confidenciais e não podem ser utilizadas para vantagem pessoal. Os revisores não devem considerar manuscritos se tiverem conflitos de interesse resultantes de relações competitivas, colaborativas ou outra conexão com algum dos autores, empresas ou instituições ligadas aos estudos.

 

 

 

Deveres dos Autores

 

Padrões de Relato

Autores de relatos de pesquisa original devem apresentar um relatório preciso dos estudos realizados, assim como um argumento objetivo sobre seu significado. Dados extras devem ser representados corretamente no artigo. Um artigo deve conter detalhes e referências suficientes para que outros possam replicá-lo. Declarações falsas ou sabidamente errôneas constituem comportamento antiético e não são aceitáveis.

 

Acesso e Retenção de Dados

Os autores devem fornecer dados originais ligados a um artigo para revisão editorial, e devem estar preparados para dar acesso público a esses dados (consistentes com a Declaração ALPSP-STM sobre Dados e Bancos de Dados), se possível, e devem sempre estar preparados para omitir esses dados durante algum tempo após a publicação.

 

Originalidade e Plágio

Os autores devem garantir que produziram trabalhos completamente originais, e se os autores utilizarem trabalhos e/ou palavras de outros, estes devem ser citados apropriadamente.

 

Publicação Múltipla, Redundante ou Repetida

Um autor não deve, de maneira geral, publicar manuscritos descrevendo basicamente a mesma pesquisa em mais de um jornal ou publicação. Submeter o mesmo manuscrito para mais de um jornal simultaneamente constitui comportamento antiético e não é aceitável.

 

Reconhecimento de Fontes

O reconhecimento apropriado do trabalho alheio deve existir sempre. Os autores devem citar publicações que foram importantes para determinar a natureza do trabalho relatado.

 

Autoria do Estudo

A autoria deve se limitar àqueles que fizeram contribuições significativas para a concepção, desenho, execução ou interpretação do artigo. Todos aqueles que fizeram contribuições significativas devem ser listados como coautores. Se houver outras pessoas que participaram de forma subjetiva para a realização do artigo, estas devem ser reconhecidas ou listadas como colaboradoras.

O autor correspondente deve assegurar que todos os coautores apropriados e não-inapropriados sejam incluídos no estudo, e que todos os coautores tenham visto e aprovado a versão final do artigo, tendo concordado com sua submissão para publicação.

 

Riscos e Participantes Humanos ou Animais

Se o trabalho envolver químicos, procedimentos ou equipamentos que ofereçam qualquer risco inerente ao seu uso, o autor deve identifica-los com clareza no manuscrito.

 

Publicação e Conflitos de Interesse

Todos os autores devem publicar qualquer conflito de interesse financeiro ou substancial que possam influenciar os resultados ou a interpretação do seu manuscrito. Todas as fontes de apoio financeiro para o projeto devem ser demonstradas.

 

Erros Básicos em Trabalhos Publicados

Quando um autor descobre um erro ou imprecisão significativo em seu trabalho publicado, é sua obrigação notificar o editor ou editora e cooperar para que o erro seja retratado ou corrigido.

 

 

Em busca do Comportamento Impróprio

Os editores têm o dever de agir se suspeitarem de má conduta. Essa responsabilidade se estende tanto a artigos publicados quanto aos não publicados.

Os editores não devem simplesmente rejeitar artigos que levantem dúvidas sobre possível má conduta. Eles têm a obrigação ética de investigar tais casos.

Os editores devem, primeiramente, procurar uma resposta por parte dos acusados. Se eles não ficarem satisfeitos com a resposta, devem solicitar que empregadores relevantes ou órgãos apropriados (talvez um órgão regulador) possam investigar. Os Editores devem estar de acordo com os fluxogramas do COPE.

Os editores devem fazer todos os esforços necessários para garantir que uma investigação seja conduzida; se isso não ocorrer, os Editores devem persistir para obter a resolução do problema. Este é um trabalho árduo, porém, importante.

 

 

Jornal Brasileiro de Doenças Sexualmente Transmissíveis (JBDST)

Brazilian Journal of Sexually Transmitted Disease (BJSTD)